Semana passada postamos várias barrinhas campeãs em açúcares. E, foram muitos os pedidos de barrinhas que são melhores opções para consumo, já que tantas presentes no mercado são cheias de aditivos alimentares e açúcar adicionado.

Sendo assim, fizemos uma seleção com as barrinhas que estão no topo do ranking das avaliação no Desrotulando.

Obs: nem todos os sabores de uma mesma marca podem necessariamente estar entre os menos processados, ok? Sempre confira o rótulo!

Como uma barrinha precisa ser para estar entre as melhores?

Pouco ou nenhum aditivo alimentar adicionado. Afinal, eles não apresentam o propósito de nutrir [1], sendo mais interessantes para o fabricante do que para o consumidor.

Quando menos processada, melhor! Além dos aditivos, a adição de gorduras, açúcares e sal torna um alimento mais processado. [2] O Guia recomenda que sejam evitados os alimentos ultraprocesados, tendo em vista que são nutricionalmente desbalanceados e, por conta de sua formulação e apresentação, tendem a ser consumidos em excesso e a substituir alimentos naturais.

Para saber se um alimento é muito processado, leia a lista de ingredientes. Se tiver muitos nomes que você não reconhece e açúcares e gorduras adicionados, esse produto já é ultraprocessado.

Veja muitas outras opções de barrinhas lá no nosso aplicativo. 🙂 Lembre-se que para uma orientação individualizada sobre frequência e quantidade de consumo, consulte sempre um nutricionista. 

Fonte:

[1] Portaria nº 540, de 27 de outubro de 1997 

[2] Guia alimentar para a população brasileira. Brasília : Ministério da Saúde, 2014. 156 p.